Blog do Citadini


A Globo chora e aceita

Blatter: '1º campeão mundial é o Corinthians'

Fifa decide que Copa Rio não é considerada Mundial, como pedia o Palmeiras
Das agências de notícias Em Tóquio
O Corinthians conseguiu uma vitória sobre o rival Palmeiras. Desta vez, fora de campo: a Fifa decidiu neste sábado que o primeiro Mundial de Clubes oficial é o de 2000, vencido pelo Timão. E cita em seu comunicado que não reconhece a Copa Rio, vencida pelo Verdão em 1951, como tal.

- O Comitê Executivo (da FIFA) tomou hoje (sábado) a decisão e é definitiva - afirmou o presidente Joseph Blatter.

O Mundial de Clubes no Japão substituiu em 2005 a Copa Intercontinental, da qual participavam os campeões da Europa e da América do Sul.

No ano 2000, a FIFA organizou um torneio em São Paulo e no Rio de Janeiro, com a presença de equipes de todos os continentes, cuja final foi disputada entre Corinthians e Vasco no Maracanã, com uma vitória nos pênaltis do time paulista.

- O campeão do primeiro Mundial de Clubes da Fifa é o Corinthians - declarou Blatter no Japão, onde está sendo disputada a que é agora a quarta edição do torneio.

Milan e Boca Juniors farão a final no domingo, em Yokohama. Até o momento, os times brasileiros dominam as estatísticas da competição, já que ao triunfo do Corinthians somam-se os títulos conquistados pelo São Paulo sobre o Liverpool (1 a 0) em 2005 e pelo Internacional de Porto Alegre sobre o Barcelona (1 a 0) em 2006.( G1.com.br)

Comentário do Blog do Citadini:

A nota do sítio G1.com.br, portal de notícias da Globo, dá a informação de forma confusa, meio envergonhada. A decisão da Fifa cita o Palmeiras de forma secundária. O que foi pro espaço é o tal "Campeão Mundial" que a Globo transmitiu - por muitos anos - e que não era mundial nenhum. Era uma 'Copa Intercontinental Toyota' (Europa X América do Sul) e nada mais. O ideal seria a Vênus Platinada dizer: desculpe nossa falha: o "mundial" não era Mundial.



 Escrito por blogdocitadini às 20h45 [] [envie esta mensagem] []






Urbis et orbi

Fifa considera Corinthians 1º campeão mundial

A Federação Internacional de Futebol (Fifa) decidiu neste sábado que o torneio internacional realizado no ano 2000 no Brasil - que teve como campeão o Corinthians - será considerado como a primeira edição do Mundial de Clubes.

"O Comitê Executivo tomou hoje a decisão e é definitiva", afirmou o presidente da organização que regula o futebol mundial, o suíço Joseph Blatter.

O Mundial de Clubes realizado pela Fifa desde 2005 substituiu a Copa Intercontinental, da qual participavam os campeões da Europa e da América do Sul. A entidade não considera as edições da Copa, que acontece desde 1960, como competições oficiais.

No ano 2000, a Fifa organizou um torneio em São Paulo e no Rio de Janeiro, com a presença de equipes de vários lugares do mundo, cuja final foi disputada entre Corinthians e Vasco da Gama, com uma vitória nos pênaltis do time paulista.

"O campeão do primeiro Mundial de Clubes da Fifa é o Corinthians", declarou Blatter no Japão, onde está sendo disputada a que é agora a quarta edição do torneio.

Até o momento, os times brasileiros dominam as estatísticas da competição, já que ao triunfo do Corinthians somam-se os títulos conquistados pelo São Paulo sobre o Liverpool (1 a 0) em 2005 e pelo Internacional sobre o Barcelona (1 a 0) em 2006.

Redação Terra

* Urbis et orbis (À cidade e ao mundo).

(Terra Esportes, http://esportes.terra.com.br/futebol/mundialdeclubes2007/interna/0,,OI2156134-EI10600,00.html, 15/12/2007)



 Escrito por blogdocitadini às 19h22 [] [envie esta mensagem] []






Vai mudar


Da Coluna de Ancelmo Gois (Diário de S.Paulo)

1- A Fifa no ataque.

A Comissão de Assuntos Legais da Fifa decidiu proibir os clubes mundo afora de vender os direitos econômicos de jogadores para empresários.A medida atinge em cheio o mercado brasileiro ,onde a prática é comum.

2-No Brasil.

O diretor jurídico da CBF, Carlos Eugênio Lopes, que é da comissão da Fifa, adianta que a entidade vai baixar um ato depois do Natal para determinar o cumprimento da decisão. Deve estar a caminho uma grande batalha jurídica entre empresários e clubes.

3-Aliás.

Veja que vergonha para o futebol brasileiro. O que chamou a atenção da Fifa para tomar esta decisão foi um caso ocorrido no Brasil- o que envolveu o iraniano Kia Joorabichian, o Corinthians e o jogador argentino Carlos Tevez.

Ancelmo Gois

(Diário de S.Paulo, Esportes, 15/12/07, p.A-16)



 Escrito por blogdocitadini às 09h42 [] [envie esta mensagem] []






Nova contratação

Corinthians traz o zagueiro chileno Cristian Suárez

TimãoNet - Thiago Augusto Rodrigues

O Corinthians acertou nesta sexta-feira a contratação do zagueiro chileno Cristian Suárez, 20 anos. Ele será apresentado neste sábado pela manhã, 11 horas, no Parque São Jorge.

O jogador pertence ao Unión San Felipe, que o vai emprestar por um ano. Suárez foi destaque da seleção chilena sub-20 no sul-americano e no Mundial, este disputado no Canadá. O Colo Colo também estava interessado.

Suárez tem 1,82m e já disputou uma partida pela seleção principal de seu país. Ele esteve em São Paulo nesta sexta-feira, quando fez exame médico e assinou a documentação. Suárez viria à capital somente no sábado, mas preferiu antecipar já que a proposta interessou. O valor pago pelo Timão não foi divulgado.

Além dele, o Corinthians já contratou o atacante Lima, ex-São Paulo e Atlético-PR, o meia Rafinha, ex-São Bernardo, e os zagueiros Chicão e Valença (este último precisa ser aprovado em exames médicos).

(Timãonet, http://www.timaonet.com.br/noticias.asp?cod_noticia=6724, 14/12/2007, 18h32)



 Escrito por blogdocitadini às 18h57 [] [envie esta mensagem] []






Corinthians e Felipe

Nota Oficial
Corinthians reitera posição de não negociar o goleiro Felipe

Por Sport Club Corinthians Paulista
14/12/07 - 18h26

O Sport Club Corinthians Paulista vem novamente tornar público que o goleiro Felipe tem contrato até 2011 com o clube e que a direção do time não tem interesse em negociar o jogador, seja por empréstimo ou de forma definitiva.

Caso alguma outra agremiação queira contar com o atleta para a próxima temporada deverá pagar o valor integral da cláusula penal.

Corinthians.com.br



 Escrito por blogdocitadini às 18h55 [] [envie esta mensagem] []






Caso Nilmar

Corinthians fecha acordo com Lyon para pagar dívida

A novela entre Corinthians e Nilmar se encaminhou para um desfecho definitivo. Nesta sexta-feira, o site oficial do Lyon anunciou o acordo entre o presidente Jean-Michel Aulas e Andrés Sanchez, mandatário do clube paulista, para o pagamento definitivo da dívida para com os franceses.

Parte da dívida de seis milhões de euros (cerca de R$ 15 milhões) com o Lyon será pago com as cartas de crédito do Werder Bremer (ALE) referentes à negociação do meia Carlos Alberto. Além dos quatro milhões oriundos do clube alemão, outros dois saem direto dos cofres corintianos.

Apesar da demora no pagamento, imposto pela Fifa em decisão divulgada em janeiro deste ano, a negociação foi selada de forma amistosa após reunião nesta sexta-feira.

"A prioridade do Corinthians era fechar todos os seus problemas em curso, principalmente no caso do Nilmar. Fico muito feliz por fecharmos o negócio", declarou Jean-Michel Aulas, presidente do Lyon, ao site oficial do clube.

Estuda-se ainda a realização de um jogo amistoso entre Corinthians e Lyon em data não definida.

Terra.com.br



 Escrito por blogdocitadini às 18h53 [] [envie esta mensagem] []






Nota do Timão

Procurado pelo Fluminense, Corinthians descarta ceder Felipe

Do UOL Esporte
Em São Paulo*

Depois de oficializada a proposta do Fluminense por Felipe, o Corinthians reagiu rapidamente. Na noite desta quinta-feira, o clube emitiu um comunicado em que nega qualquer intenção de negociar o goleiro de maneira definitiva ou por empréstimo com os cariocas.

Multa rescisória de Felipe com Corinthians é de R$ 12 milhões no mercado nacional

"O Sport Club Corinthians Paulista (...) respondeu ao clube carioca que não tem interesse em negociar o atleta, seja por empréstimo ou de forma definitiva", informou parte do documento.

A reação alvinegra acontece horas depois de o "staff" de Felipe revelar que a oferta feita pelo Fluminense foi muito boa e agradou o goleiro. "Agora é oficial a proposta do Fluminense e nos agradou muito. É muito maior do que a do Corinthians, o dobro", disse Marcelo Robalinho, um dos procuradores do camisa 1.

A investida do time tricolor se intensificou nesta semana, quando o diretor-técnico do Corinthians, Antônio Carlos Zago, falou para Felipe "pôr a cabeça no lugar" e declarou que foi proposto um aumento salarial de 80% ao jogador, que refutou a oferta. Isso porque ele recebe R$ 30 mil mensais e pediu cerca de R$ 100 mil.

O goleiro tem contrato com o clube alvinegro até 2011 e multa rescisória de R$ 12 milhões para transferência dentro do Brasil. O presidente Andrés Sanchez, que está na Europa resolvendo pendências financeiras, já havia dito que basta o clube interessado depositar tal valor para levar Felipe.

Em razão de suas atuações destacadas no Campeonato Brasileiro, o novo ídolo da torcida alvinegra pediu uma valorização aos dirigentes. No Corinthians, a diretoria reconheceu a importância do jogador e seu desejo de elevar os ganhos do atleta.

No entanto, a declaração de Antônio Carlos gerou um mal-estar entre o "staff" de Felipe. "Antes, estávamos trabalhando para ele ficar, mas as declarações do Antônio Carlos deixaram todo mundo chateado. Ele falou coisas que não são legais, algumas coisas até desastrosas. Não valorizou o Felipe", disparou Robalinho.

Enquanto a situação do titular não é resolvida, o Corinthians definiu a ampliação de contrato de Júlio César. Segundo reserva, o jogador de 23 anos prorrogou seu vínculo com o clube até dezembro de 2008.

(Uol News, Esportes, http://noticias.uol.com.br/uolnews, 14/12/2007)



 Escrito por blogdocitadini às 12h40 [] [envie esta mensagem] []






É Corinthians

Primeiro lote do kit esgota em 6 horas

Pré-venda do kit "Eu nunca vou te abandonar" faz sucesso estrondoso junto à torcida

Por Corinthians.com.br

O primeiro dia de pré-venda do kit "Eu nunca vou te abandonar" foi um enorme sucesso. Em menos de seis horas, a torcida do Timão mostrou sua força e todo o primeiro lote de mil camisetas foi vendido no site oficial do clube.

A procura foi tão grande que o segundo lote com mais mil camisetas já está disponível para os torcedores na página oficial do Corinthians e na loja on-line da Poderoso Timão.

"Este sucesso na pré-venda do produto não me surpreende. Demonstra a força de nossa marca e principalmente o amor da nossa torcida. Acredito que entraremos para o livro dos recordes em venda de camisetas", disse o vice-presidente de marketing Luiz Paulo Rosenberg.

(SC Corinthians Paulista, http://www.corinthians.com.br/noticias/noticias_detalhes.asp?id=621, 13/12/2007, 14h39)



 Escrito por blogdocitadini às 16h49 [] [envie esta mensagem] []






O marketing purpurina


Luciano Pasqualini

Sim, o São Paulo F.C. vive um bom momento e possui uma boa administração, mas como sabemos a mídia exagera nesta "rasgação de seda". A última cena é a do "batismo tricolor" evocando o "vira-casaca" de torcedores rivais, que a mídia divulga como se fosse uma cartada magistral de marketing, sem qualquer avaliação mais crítica. Ainda bem que a mídia está mudando de mãos, e hoje o torcedor se informa mais pelos blogs e e-mails que por jornais. Vamos aos fatos:

O Fracasso

O SPFC criou este projeto em 26/08/2006 [a data lembra algo ?]. O projeto informa [ainda hoje] que o batismo é realizado aos sábados, com no máximo 20 crianças. Pois bem, em 70 semanas desde seu lançamento, 60 delas não houve a cerimônica por falta de quórum ... e houveram apenas 10 cerimônias, uma delas num brinde aos associados, ou seja, menos de 200 Pais sãopaulinos se dispuseram a pagar os R$ 120,00 propostos pelo Marketing tricolor.



O Tiro no Pé

Para salvar o projeto, o diretor de marketing veio com esta bravata, de que se um torcedor assinar um documento dizendo que era torcedor rival e virou sãopaulino, poderá fazer o batizado de graça, ou seja, receberá o kit composto por uma camisa + 2 fotos + 1 DVD do batismo + 1 botom + 1 vaso com grama do morumbi [outro fracasso, com os restos distribuídos neste pacote].

Resultado previsível: Torcedores sãopaulinos que não tinham recursos para participar, ou achavam caro demais, poderão assinar este documento [é prometido o sigilo das informações], e assim receberá de graça o kit. Em semanas vão divulgar grande procura [ponto positivo], mas não terão nenhum resultado prático de conversão [ponto negativo], terão prejuízo com todo mundo querendo kit de graça [ponto negativo] e vão acabar de enterrar o projeto [ponto negativo].


Virou uma vez...

Ainda que tivesse algum sucesso [o que não acredito], quem vira-casaca uma vez, vira novamente no futuro, ou seja, estariam montando uma base de torcedores fiéis ao momento.



Ética e Caráter

O clube ajuda a vender e incentivar um conceito de ética e caráter que o define, ou seja, se o momento for ruim, "abandone o barco". Esta é a mensagem subliminar da ação proposta pela sua direção de marketing, totalmente deturpada para a formação de caráter e moral de seus seguidores.


* * * Simpatizantes * * *

O clube amplia a fama de torcida que só aparece na boa. Se nos anos 40 a torcida sãopaulina lotava o Pacaembu, nos anos 60 o público sumiu !! Quando disputou a segunda divisão do Paulista de 1991, o Morumbi ficou às moscas ... Esta diferença entre eles e as torcidas do Corinthians e Palmeiras, que se aproximam ainda mais do clube nos momentos ruins, se tornam ainda mais apaixonadas, o marketing deles que trabalha com números, não consegue entender ... ou melhor, entende mas não consegue reverter. Palestrino e corinthiano é formado em casa, na paixão dos Pais, como identificação familiar de gerações. Resta a alternativa de cooptar os que querem sair do armário.



Vergonha da Segundona ou de ser "Bambi"?

Um dos motes da campanha é a declaração do diretor de marketing, Julio Casares, de que a criança é politicamente incorreta, se sente vulnerável com o time indo mal nas tabelas [segunda divisão no caso do Corinthians], e então prefere associar sua imagem com o vencedor. Há uma verdade nisso, que talvez explique a dificuldade deles em ir além deste ponto, afinal que criança aceita ser chamada de "bambi" o tempo todo. Tem que ter certa afinidade pra não se sentir ofendida, envergonhada, e resolver mudar de Clube...



Julio Cesar Casares

Endeusado por muitos jornalistas, o que poucos sabem sobre o diretor de marketing do SPFC, é que ele é empregador de muitos jornalistas, já foi de outros tantos, e deve ter uma fila de curriculuns ajoelhados pedindo uma oportunidade.

Em 1992, aos 30 anos, ele trabalhava no SBT e se candidatou à vice-prefeito na chapa do chefe, Silvio Santos, pelo PFL [atual DEMO], numa aventura que durou alguns dias ... Ficou no SBT até 2004, dizendo que chegariam ao primeiro lugar em alguns anos [como diz hoje no SPFC]. Fracassou, e teria sido demitido em maio de 2004. O SBT quase faliu e hoje luta para se recuperar financeiramente.

De lá foi para a TV Record, na função de Diretor de Planejamento Estratégico, onde hoje divide as funções com o marketing do SPFC.

6 de dezembro de 2007.



 Escrito por blogdocitadini às 15h09 [] [envie esta mensagem] []






Novo Mercado de Jogadores


No início do próximo ano, devem entrar em vigor as novas normas da FIFA, proibindo a participação de terceiros em negociação de direitos econômicos de atletas.


Caso as medidas sejam implementadas na forma como têm sido anunciadas até o momento, a FIFA reafirmará que o direito econômico de um jogador só pertence a um Clube, e este direito não pode ser dividido ou transferido para outras pessoas físicas ou jurídicas.


Os Clubes que vierem a efetuar operações contrárias às normas da FIFA poderão sofrer punições, e os empresários, igualmente, sofrerão sanções impedindo-os de atuar no meio futebolístico.


Essas medidas tornam claro o atual monopólio dos Clubes em realizar transações de negócios desportivos e econômicos com os jogadores. Com isso, a entidade controladora do Futebol procura impedir a criação de um mercado de empresários, proprietários de jogadores e desvinculados de Clubes.


Essa será uma boa discussão para os próximos meses, pois no Brasil está generalizada a participação de pessoas como proprietárias de atletas, de forma integral ou parcial. Com a decisão da FIFA, passando a vigorar em janeiro próximo, teremos uma grande mudança nessa área do esporte.


Roque Citadini



 Escrito por blogdocitadini às 12h16 [] [envie esta mensagem] []






Duas notas

Betão

Sempre defendi o jogador Betão. Revelado no Clube, - começou jogar no Infantil -, tem uma carreira com grande regularidade na nossa zaga. Sei que muitos torcedores vivem criticando nosso zagueiro. É dos melhores beques que tem o futebol brasileiro e, apresenta, ainda, outras qualidades. Acostumado ao Timão, recebe toda a carga de pressão quando, nas derrotas, a crise aparece por lá. Creio que muito ajudará ao Clube neste momento díficl que passamos. Curioso: torcedor vive dizendo que jogador não fica por muito tempo nos times e, no entanto, os mesmos fãs vivem querendo expulsá-los, quando as dificuldades ocorrem. Calma, pessoal. Corinthians é Corinthians.

Breno

Informa a mídia que o jogador Breno vai embora do SPFC. Um clube alemão pagaria a multa e pronto. A tal denúncia na Fifa, por desleal conduta do comprador, foi pro brejo. Li que a Diretoria do SPFC não gostou. Não sei, não.
Só não li nos jornais duas informações: Afinal quando é que este Breno começou no SPFC? Qual é a participação da empresa proprietária do jogador neste negócio? Bom, deixa prá lá.
Isto é pedir muito da mídia. Afinal ela está sempre preocupada com boas notícias... do futebol.

Roque Citadini



 Escrito por blogdocitadini às 08h25 [] [envie esta mensagem] []






Betão é Timão

Mãe de Betão abafa ofensas e apóia renovação!!!

“Ele tem 14 anos de Corinthians. O pessoal estava alcoolizado. Não tem como levar a sério”, analisou Claudete Amâncio. Intimidação contra família do zagueiro fez o Corinthians proibir entrada de visitantes no clube. E agora, Betão fica no Timão?
Por Humberto Banys Neto

No que depender da vontade da mãe de Betão, o beque renova contrato e permanece no Timão para disputar a próxima temporada. Claudete Amâncio fez questão de minimizar fato ocorrido no clube, em que parentes do jogador foram xingados (ver notícia neste site) e quase agredidos por torcedores revoltados com o rebaixamento.

“O Betão tem 14 anos de Corinthians. O pessoal estava alcoolizado. Não tem como levar a sério”, disse Claudete. O incidente fez o Corinthians proibir a entrada de visitantes no clube, que antes pagavam taxa para entrar. O vínculo de Betão se encerra no dia 31 de dezembro. E agora, o zagueiro permanece no Timão em 2008?

Chico Lang

(Chico Lang, http://www.chicolang.com.br/?noticia=10175, 11/12/2007, 17h46)



 Escrito por blogdocitadini às 23h21 [] [envie esta mensagem] []






Timão, Timão

Corinthians lança kit "Eu nunca vou te abandonar"

Em homenagem ao apoio recebido pela torcida, o departamento de marketing do Corinthians lançará nesta quinta-feira, dia 13 de dezembro, uma camisa com o grito "Eu nunca vou te abandonar porque te amo. Eu sou Corinthians".

Serão oferecidos ao corintiano três produtos que podem ser comprados em forma de kit ou separados. O carro-chefe é a camiseta com a frase "Eu nunca vou te abandonar", na parte da frente, e nas costas "Porque te amo. Eu sou Corinthians". Completam o lançamento um adesivo e uma pulseira, também alusivos ao grito das arquibancadas.

"Acredito que todo corintiano está sensibilizado com este momento, mas a força da nossa torcida irá nos ajudar. A idéia da pulseira demonstra o orgulho e o compromisso de ser corinthiano e não vamos tirá-la até o clube sair desta situação", declarou Luis Paulo Rosenberg, vice de marketing do time alvinegro.

Os produtos estarão disponíveis para pré-venda no site oficial da loja Poderoso Timão e no site da Roxos e Doentes. A camisa custará R$ 39,90. O adesivo R$ 5,00 e a pulseira R$1,50. Já o Kit completo sai por R$ 44,90.

A venda na loja Poderoso Timão e na rede de lojas Roxos e Doentes começa na quarta-feira da semana que vem, dia 19 de dezembro. Até lá só estarão disponíveis as pré-vendas nos sites.

Redação Terra

(Terra Esportes, http://esportes.terra.com.br/interna/0,,OI2145076-EI2011,00.html, 11/12/2007, 18h12)



 Escrito por blogdocitadini às 23h11 [] [envie esta mensagem] []






Gestão 'nefasta' no Corinthians


Fernando Santos

Virou bordão dentro da nova diretoria corintiana acusar a "gestão nefasta" de seus antecessores pelo rebaixamento. Diretores, como o recém-empossado Mario Gobbi, se esguelham diante das câmeras de TV e chegam até a intimidar jornalistas na tentativa de tirar o corpo fora, de jogar a sujeira para debaixo de outro tapete.

O presidente Andrés Sanchez, como todo mundo está careca de saber, fazia parte da antiga diretoria. Foi, inclusive, um dos principais defensores da parceria com a MSI. Parceria esta aprovada mesmo diante de todas as denúncias, muitas delas neste LANCE!, que mostravam quem eram os verdadeiros parceiros e de onde vinha o dinheiro.

Culpar a gestão de Dualib & Cia. é o mais fácil. O difícil tem sido convencer a Fiel deste argumento, que em nada diminui a dor pelo rebaixamento e ainda causa mais revolta.

(Lance!, 11/12/2007)



 Escrito por blogdocitadini às 17h25 [] [envie esta mensagem] []






Calma, pessoal

Rincón alerta: violência assusta futuros reforços no Timão!!!

O ex-volante do Corinthians Rincón fez um alerta para os torcedores mais exaltados da Fiel. Segundo ele, se os atos de violência continuarem contra jogadores isso irá dificultar a vinda de futuros reforços para o clube.

Por Chico Lang

O ex-volante do Corinthians Rincón fez um alerta para os torcedores mais exaltados da Fiel. Segundo ele, se os atos de violência continuarem contra jogadores isso irá dificultar a vinda de futuros reforços para o clube. "Todo mundo pensa em trabalhar numa boa. Ninguém quer levar tapa na cara. Diante disso, o jogador vai para outro clube", disparou o colombiano para o site chicolang.com.br. O ex-ídolo da Fiel disse que as coisas podem piorar ainda mais. "Vai começar a Segundona. Se a equipe perder, não quero nem pensar no que pode acontecer", adiantou.

Para Rincón, a quase agressão aos pais de Betão e a ida de 50 torcedores ao apartamento onde moram Zelão e Fábio Ferreira é um sintoma grave. "Os dirigentes não podem deixar que a torcida tome conta do clube. No meu tempo, a gente foi campeão do mundo e tinha um ou outro querendo briga. Imaginem agora", constatou.

O colombiano acredita, porém, que não seja a maioria da Fiel que age assim. "Esses violentos estão prejudicando o clube mais ainda. Alguns jogadores já estão saindo fora e outros deverão seguir o exemplo. Desse jeito, o time será fraco para 2008", arrematou.

Chico Lang

(Chico Lang, http://www.chicolang.com.br/?noticia=10157, 11/12/2007, 7h59)



 Escrito por blogdocitadini às 08h15 [] [envie esta mensagem] []






Corinthians/MSI

DEPOIMENTO:

CARTOLA DEPÕE NA JUSTIÇA FEDERAL
Antonio Roque Citadini depôs na Justiça Federal ontem sobre o caso de lavagem de dinheiro como testemunha de acusação. Alberto Dualib, Renato Duprat e Paulo Angione acompanharam o depoimento.


(Folha de S.Paulo, 11/12/2007)


Nota do Blog do Citadini:

No depoimento de ontem, 10/12, das 13 às 21 hs, compareci como testemunha de acusação, indicado pelo Ministério Público Federal. Os que frequentam este blog conhecem tudo o que penso sobre o negócio Corinthians/MSI. O processo na Justiça Federal é sigiloso e vem sendo conduzido de forma rápida e eficiente pelo Juiz Titular da Sexta Vara. Lamento que o Clube tenha sido levado a situação deplorável como essa, onde seus principais dirigentes são acusados em processo tão grave. Tudo mostra o erro que foi realizarmos esta parceria.



 Escrito por blogdocitadini às 08h03 [] [envie esta mensagem] []






Notas do Timão

Felipe recusa 80% de aumento, e clube pressiona

Destaque do Corinthians na temporada precisa "colocar a cabeça no lugar", afirma o diretor técnico Antônio Carlos

Se aceitasse a proposta corintiana, jogador que virou maior ídolo da torcida passaria a receber mensalmente R$ 54 mil


TONI ASSIS
DA REPORTAGEM LOCAL

A entrevista organizada ontem era para anunciar o primeiro reforço do Corinthians após a chegada do técnico Mano Menezes. Mas, além de apresentar o zagueiro Chicão, o diretor técnico Antônio Carlos mandou um recado ao goleiro Felipe, destaque do time na fracassada campanha que levou a equipe à Série B nacional.
"Ele tem que colocar a cabeça no lugar", disse o dirigente, que não gostou de saber que o jogador havia recusado um aumento salarial de 80%. O goleiro ganha R$ 30 mil mensais e passaria a receber R$ 54 mil se aceitasse a proposta do clube. "O Felipe tem contrato até 2011 e tem uma proposta de 80% de aumento. Isso é ótimo", afirmou o dirigente, que disse estar mantendo conversas com os procuradores do atleta.
"Reconhecemos o que ele fez e estamos caminhando para satisfazer o Felipe. Agora, ele tem de se adequar à nossa realidade", completou o cartola. Os representantes de Felipe pediram salário de R$ 120 mil para ele continuar no clube. Nos próximos dias, haverá um novo encontro entre o cartolas e os procuradores do goleiro.
"Há uma boa diferença ainda, mas o importante é dizer que está muito fácil negociar com o Corinthians atualmente. O Antônio Carlos é uma pessoa séria e inteligente, e a conversa foi muito boa", afirmou o empresário Marcelo Robalinho, que não confirma os valores envolvidos na negociação. Atualmente, Felipe ganha a metade do que recebe Marcelo, goleiro reserva.
Antônio Carlos falou também que, com a chegada da nova diretoria, uma nova filosofia está sendo implantada. Ele negou ter uma lista de dispensas e disse que não vai se deixar influenciar pelo que aconteceu antes de sua chegada. O exemplo claro foi o seu discurso sobre Zelão e Fábio Ferreira -acusados de "festeiros". "O que os jogadores fazem fora de campo não é problema meu. Eles têm que render no treinamento, no campo. Têm que ser profissionais", afirmou o dirigente corintiano.
Já sobre o reforço, o Corinthians ganhou um zagueiro com a cara da Série B. Chicão herdou o apelido do ex-volante são-paulino que esteve no Morumbi nos anos 70. Como o xará famoso, o corintiano já defendeu o Mogi e disse saber bem o que é encarar uma segunda divisão. "É pegada, vontade, determinação. Estou pronto para ajudar o Corinthians a voltar para a Série A", afirmou.
O clube comprou 55% dos direitos federativos do atleta, que assinou um vínculo por três anos. Desse montante, 25% são do Figueirense, e o restante, do próprio zagueiro. Autor de dez gols no Brasileiro, o jogador, de 26 anos, diz que chega para tomar conta da equipe. A comparação com o zagueiro Juninho, ex-Botafogo, e que foi contratado pelo arqui-rival São Paulo foi inevitável.
"A diferença é que o Juninho atuou por um grande clube e o Chicão por uma equipe média", disse Antônio Carlos.

(Folha de S.Paulo, Folha Esporte, 11/12/07)



 Escrito por blogdocitadini às 08h00 [] [envie esta mensagem] []






O reizinho do Parque

Em um dos períodos mais difíceis da história do Corinthians, iniciado após o campeonato de 1954 e só encerrado com a conquista do Campeonato Paulista de 1977, o time teve o seu mais brilhante jogador - para muitos -, e, para mim, o maior craque que vestiu a camisa alvinegra. Roberto Rivelino foi estrela quando ainda jogava entre os aspirantes do clube.

Com o time principal sem grandes jogadores, era comum a torcida corintiana chegar cedo ao estádio para ver aquele meia-esquerda driblar com habilidade, bater faltas com maestria, encantando a todos com seu toque de bola. Rivelino, quando estreou no time principal em janeiro de 1965, já era conhecido e festejado. Neste período de adversidades do clube, Rivelino foi quase sempre o único motivo de orgulho do torcedor corinthiano.

No mesmo ano foi convocado para a seleção brasileira, onde começou ser presença indispensável no time principal, mesmo com tantas estrelas do naipe de Pelé, Gérson, Tostão, Garrincha e outros. Conquistou tudo pela seleção brasileira, inclusive o famoso tricampeonato no México em 1970, quando fez gols maravilhosos e ganhou o apelido de patada atômica.

Naquele período dificílimo de 21 anos que o clube ficou sem títulos, Rivelino venceu a adversidade com grandes e memoráveis partidas. Não conquistou título, pois o futebol é um esporte coletivo e os times adversários como o Santos e a academia do Palmeiras predominaram no período.

A ausência de títulos, no entanto, não deslustra tão notável jogador. Deixou o clube em 1974, depois da perda do título do Campeonato Paulista para o Palmeiras. Uma diretoria fraca e despersonalizada não teve coragem de confrontar-se com torcedores exaltados e com jornalistas que fizeram ardorosa campanha contra o jogador Rivelino.

Foi um dos maiores erros cometidos pelo clube, levado pela precipitação e por manobras da mídia. Rive-lino continuou sua carreira no Fluminense e na seleção brasileira, depois de jogar 471 jogos pelo Corinthians e marcar 141 gols. É um craque inesquecível a quem o clube muito deve, inclusive uma reparação por sua saída.

ROQUE CITADINI

Coluna publicada em 15/03/03, "Alambrado".



 Escrito por blogdocitadini às 09h26 [] [envie esta mensagem] []






Coluna da Folha

Uma no cravo, quatro na ferradura


JUCA KFOURI

Ao acertar na contratação de Mano Menezes, a direção corintiana se deu ao luxo de errar em tudo o mais

A SEGUNDA divisão a gente nunca esquece. Pelo menos é o que dizem os que já a freqüentaram. Por mais curta que seja a passagem, as marcas ficam.
Paciência. Sua alma, sua palma, aqui se faz, aqui se paga.
Pois o Corinthians foi buscar um técnico que a conhece bem e que protagonizou a épica "Batalha dos Aflitos". Ponto para a nova direção alvinegra, embora seja prudente dizer que Mano Menezes não é a cura de todos os males.
Sobre ele, por exemplo, há até quem diga que não sabe se comportar quando seu time joga fora de casa, o que os números confirmam.
E que bastaria outro desfecho para o famoso jogo contra o Náutico (Gallato não pegar o pênalti ou Anderson, que era reserva, não fazer aquele gol maluco) para que tudo fosse diferente na vida dele, uma vida que, justiça se faça, é coroada por um vice-campeonato na Libertadores no comando de uma equipe apenas média.
Enfim, Mano é acerto.
Resta saber se não ficará perdido entre os que vão comandar o futebol alvinegro, apesar de também nisso ter experiência, porque trabalhou com Paulo Pelaipe no Grêmio, outro cartola que está longe de ser um príncipe.
A nova direção corintiana ainda não cumpriu os tais cem dias que se costuma dar de crédito a quem está chegando. Jogar em suas costas as culpas pelo rebaixamento seria injusto e mentiroso, embora culpas tenha, e muitas, não só pelo apoio que deu à MSI como pelas lambanças que fez ao não mudar a rota do futebol rumo ao abismo.
Mas já age, no entanto, como uma direção de segunda.
O novo vice de futebol, Mário Gobbi, é um delegado de polícia que não se importa com origem de dinheiro, como se acenasse ao pessoal do jogo do bicho que está por ali no Parque São Jorge que toda contribuição é bem-vinda. Também não vê conflito no fato de o novo diretor de futebol ter trabalhado no novo emprego enquanto estava no anterior, o de zagueiro do Santos. Antônio Carlos Zago, por sinal, se não fez como Gustavo Nery, que chamou o Corinthians de "Futebol Clube", disse em sua posse que todos devemos entender que hoje o Ipatinga é mais valorizado que o Corinthians, com o que Gerson Magrão tem razão em não querer trocar de clube.
E nem mesmo é 100% verdadeira a colaboração de Nizan Guanaes no marketing corintiano.
É o próprio publicitário quem conta que foi procurado e aceitou dar palpites porque, embora seja são-paulino, sua mulher é corintiana. E que não quer ganhar nada até por não saber bem com quem está lidando ("Não faço por generosidade, mas por egoísmo mesmo, para me proteger", diz) e que, por enquanto, não vê o que possa fazer, porque não tem produto para vender. Desmente, ainda, que tenha aberto qualquer livro de ouro.
Guanaes, por sinal, informa ainda que sua missão em relação à Copa de 2014 se encerrou na confecção do caderno de encargos.
Para culminar, Andrés Sanches dá a lamentável entrevista que deu à Folha, que só não foi pior que a de seu antecessor no dia anterior.
Assim, a Segundona será mesmo inesquecível. E duradoura.

(Folha de S.Paulo, Folha Esporte, 09/12/2007)



 Escrito por blogdocitadini às 09h09 [] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 


BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Bela Vista, Homem, de 56 a 65 anos, Portuguese, Italian, Arte e cultura, Esportes





     
     




    Rádio Ópera
     
     

    Dê uma nota para meu blog